Primeira Oficina Participativa do Plano de Ações envolve representantes de vários segmentos do CBH Tibagi

Oficina de Londrina - Apresentação

Com metodologias participativas motivadoras e intenso envolvimento dos representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tibagi, foi realizada no dia 11 de abril, no Hotel Sumatra, em Londrina, a primeira Oficina Participativa para discussão do Plano de Ação do PIRH Paranapanema.

As oficinas fazem parte da estratégia de mobilização e participação adotada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema (CBH-Paranapanema) para a elaboração do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia. Serão realizadas seis oficinas, uma em cada bacia afluente do Rio Paranapanema.

Cerca de 30 participantes, representando segmentos das entidades civis, usuários de recursos hídricos e poder público estadual e municipal, atuaram ao longo do dia em três dinâmicas distintas, cujos objetivos eram resgatar o que já foi feito até agora pelo CBH-Paranapanema, apresentar e dialogar sobre a construção do Plano de Ação e o desenvolvimento da matriz de prioridades dos subprogramas do PIRH Paranapanema.

A secretária de Meio Ambiente de Londrina, Liane Lima, destacou a importância da oficina para o município, “principalmente depois do que vivemos em janeiro de 2016”, disse ela, lembrando dos efeitos causados pelas chuvas intensas do início do ano.

Durante a oficina representantes de Ponta Grossa enfatizaram a necessidade de investimentos para melhorar a qualidade das águas no Rio Tibagi, especialmente nos trechos urbanos.

Ao final do encontro, os participantes referendaram os trabalhos desenvolvidos e reforçaram a importância da iniciativa, que oferece oportunidade à sociedade de contribuir para a construção do PIRH Paranapanema, bem como conhecer os trabalhos que estão sendo desenvolvidos pelo CBH-Paranapanema desde 2012, quando foi instalado.