Reunião do GT-Plano discute manual operativo

reuniao-gt-plano-8-11-16O Grupo de Trabalho de Acompanhamento da Elaboração do Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH) do CBH-PARANAPANEMA – GT-Plano reuniu-se no último dia 8 de novembro, na sede do DAEE em Presidente Prudente (SP), para, entre outros temas, discutir a concepção do Manual Operativo do Plano (MOP).

De acordo com Márcio Araújo Silva, especialista de recursos hídricos da Agência Nacional de Águas (ANA), o objetivo central era apresentar o MOP para o GT-Plano, mostrar como ele vai funcionar e ouvir as contribuições dos participantes do encontro.

Entre os presentes à reunião, estavam os membros do GT-Plano e convidados, como o secretário de Estado da Casa Civil (SP) − regional de Presidente Prudente, Francisco Torturello, Ivan Takeshi Toyama, da Duke Energy Internacional, e Josete de Fátima de Sá, da Sanepar.

O manual operativo é uma ferramenta operacional do plano. Para o conjunto de ações prioritárias contidas no PIRH Paranapanema ele estabelece o roteiro e procedimentos, os requisitos, os estudos de base e os arranjos que se fazem necessários para efetivamente realizar cada respectiva ação. “O MOP tem por objetivo servir como manual para que o CBH-PARANAPANEMA e os órgãos gestores de recursos hídricos viabilizarem as ações propostas e acordadas no PIRH Paranapanema. Ou seja, promoverá a transformação do que foi estabelecido nos Programas e Ações do plano em ações concretas”, revela Márcio Araújo Silva.